Com o objetivo de orientar os trabalhadores comerciários, escritórios de contabilidade e empresas, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Marília tem realizado seus atendimentos através de telefone, WhatsApp e-mail desde o dia 21 de março quando teve inicio através do Decreto Municipal 12.976 o fechamento do comércio e outros serviços por 15 dias. Agora, com o Decreto Estadual que mantém o fechamento até o dia 22 de abril, o atendimento continua.

O presidente do Sindicato dos Comerciários Mário Herrera
disse que o atendimento tem funcionado. “Estamos trabalhando com uma equipe de
advogados que respondem dúvidas dos comerciários por e-mail, telefone e
WhatsApp. O nosso objetivo é manter o trabalhador informado dos seus direitos,
deveres e assim garantir o direito da família comerciária”.

“Agora, com a continuidade da quarentena através de Decreto
Estadual e com a Medida Provisória 936 que trata da flexibilização de direitos
trabalhistas esperamos um aumento no atendimento”, frisou Herrera.

Herrera disse ainda, que o serviço também é focado em
empresas e escritórios. “Isso mesmo, estamos trabalhando juntos com os
escritórios de contabilidade e empresas, para isso também  temos um grupo de WhatsApp, onde orientamos
juridicamente os escritórios e empresas sobre o melhor caminho a seguir para
garantirmos os direitos dos comerciários e também os empregos”.

“O Sindicato dos Comerciários é essencial para a o trabalhador comerciário e também nesse momento, demonstramos o quanto somos importantes para empresas e escritórios de contabilidade, pois orientamos sempre o setor patronal a cumprir as leis trabalhistas e respeitar nossa Convenção Coletiva, garantindo assim, os direitos dos trabalhadores e a segurança jurídica e  ”, explicou Herrera.

Para receber orientações ou fazer denuncias, basta entra contato através dos e-mails juridico@secmarilia.org.br ou adrianarodolpho@gmail.com. Também é possível ser atendido através do telefone ou WhatsApp através dos números (14)99707-2212 Dr. Evandro Marins ou (14)99632-0082 Dra. Adriana Rodolpho.